Nacionalidade
usa Estados Unidos
Posição
Armador
Altura
1,88m
Peso
81kg
Time Atual
Atlanta Hawks
Universidade
Oklahoma
Season:
Chegando à temporada cercado de dúvidas de analistas que o viam como apenas um arremessador de três pontos com alto volume e seleção questionável de chutes, Young precisou de pouco tempo para mostrar que a capacidade de criar para os companheiros e ditar o ritmo do jogo já será suficiente para fazer dele uma estrela na NBA. O ex-jogador da Univ. de Oklahoma se mostrou um passador espetacular - com excelente timing, visão de jogo, técnica e criatividade para distribuir assistências a partir de diferentes ângulos, com ambas as mãos, a partir do drible. Sua capacidade de drible, aliás, é outro skill que contribui para fazer dele o melhor criador de jogadas da classe de 2019. Com grande controle de bola e, de novo, criatividade, Young desmonta defesas adversárias em situações de PnR - constantemente mantendo seu drible vivo contra marcações pressionadas e em áreas congestionadas ao melhor estilo Steve Nash para criar superioridade numérica. Como cestinha, conviveu com problemas para encontrar a melhor seleção de arremessos no início da temporada, mas - a partir da virada de 2018 para 2019, explodiu ao aumentar a frequência com que usou seu tremendo toque ao redor do aro para pontuar com floaters na média distância e constantes mudanças de velocidade e direção para chegar até a área pintada - onde finaliza com ambas as mãos. A maior constância nos '2-PT' e a habilidade de punir marcações pressionadas com seu jogo de passe, abriu ainda possibilidades para que Young tivesse tentativas menos contestadas nos 3-PT em 2019 - convertendo 35.3% de uma média de 6.7 tentativas por jogo, eficiência significativamente maior do que os 27.5% atingidos em 2018. Embora não tenha sido o Calouro do Ano, Young foi o novato que terminou a temp. 18-19 jogando o melhor basquete e carregará esse embalo para 19-20 a fim de se consolidar como o allstar que certamente será em algum momento de sua carreira.