Nacionalidade
usa Estados Unidos
Altura
1,90
Peso
75
Time Atual
Alabama Crimson Tide
Universidade
Season:

Idade: 19 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Alabama
Experiência: sophomore (segundo ano universitário)
Posição: armador
Altura: 6’3″ (1,91m)
Envergadura: 6’6″ (1,98m)
Peso: 74 kg

Médias na última temporada: 18.5 pontos, 4.8 rebotes, 5.2 assistências, 1.8 roubo de bola, 0.6 toco, 3.5 desperdícios de bola, 45.9% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 36.6% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 80.2% de aproveitamento nos lances livres, 37.6 minutos por jogo

Pontos fortes
– atleticismo de elite; talvez seja um dos jogadores mais velozes da classe deste ano, altura e envergadura mais do que adequadas para atuar na posição 1, sua explosão no primeiro passo, impulsão e velocidade em espaço aberto e/ou reduzido saltam aos olhos
– versatilidade ofensiva; consegue pontuar tanto na área próxima à cesta quanto no perímetro, finaliza bem com ambas as mãos, agressivo no ataque à cesta, quebra defesas com facilidade, letal na transição, excelente no spot up (quando recebe a bola parado em uma região da quadra e arremessa); elogiável mecânica de arremesso, eficiente nas situações de catch and shoot (recebe a bola e arremessa)
– capacidade de criar para si e para os companheiros; ótimo controle de bola, exibe variedade de dribles (crossovers e euro step chamam a atenção), sente-se confortável operando no pick-and-roll e é excepcional no drive-and-kick (quando infiltra e passa a bola para um companheiro em melhor condições de pontuar)
– sólido na marcação sem a bola; destaca-se na antecipação das linhas de passe graças à sua agilidade lateral de elite e aos braços longos, possui um bom timing para distribuir tocos
– apesar de ser um sophomore, ainda é novo e oferece upside considerável; mostrou uma evolução elogiável no seu segundo ano de College
– protótipo de armador que, no profissional, deverá ser mais útil vindo do banco de reservas, ‘incendiando’ a equipe com seu atleticismo de elite e capacidade de pontuar

Pontos fracos
– não demonstra paciência quando sofre marcação pressionada, o que o leva a forçar passes e a cometer muitos desperdícios de bola, menos efetivo no jogo de meia-quadra, precisa cuidar melhor da bola, melhorar a tomada de decisões e dosar o ritmo em quadra, quando necessário
– inconsistência em quadra; em uma partida demonstra agressividade no ataque à cesta e cobra dez ou mais lances livres, na seguinte não mostra a mesma agressividade e passa o jogo inteiro sem bater um lance livre sequer
– não é muito ativo na tábua defensiva; mostra pouca verticalidade, tem dificuldades para executar o box out e não explora devidamente seus atributos atléticos para ser mais assertivo nesse lado da quadra
– não é um bom defensor no um contra um; às vezes demonstra passividade e não se dedica tanto na marcação individual, perde-se facilmente nos screens
– corpo franzino (o mais magro entre os prospectos deste ano); precisa ganhar muita força física para não sofrer no nível profissional (como defensor e finalizador)
– precisa melhorar seu toque nos arremessos próximos à cesta, seu floater ainda não é consistente

Comparações: Dennis Schroder (Oklahoma City Thunder)

Projeção: Primeira rodada