Nacionalidade
aus Austrália
Posição
Ala-Armador
Altura
1,98m
Peso
95kg
Time Atual
Arizona State Sun Devils
Universidade
Season:

Idade: 19 anos
País: Austrália
Universidade: Arizona
Experiência: freshman (primeiro ano universitário)
Posição: ala-armador
Altura: 6’6″ (1,98m)
Envergadura: 6’10.5″ (2,09m)
Peso: 95 kg

Médias na última temporada: 12.0 pontos, 4.6 rebotes, 2.6 assistências, 1.5 roubo de bola, 0.4 toco, 1.6 desperdício de bola, 42.4% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 36.1% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 78.0% de aproveitamento nos lances livres, 30.9 minutos por jogo

PONTOS FORTES

– Medidas de elite para um ala-armador na NBA
– Muita explosão quando com espaço
– Primeiro passo ágil
– Bom controle corporal e força física para absorver contato e finalizar no garrafão
– Bom trabalho de pés ao redor do aro. Equilibrado depois de giros sobre o pé de pivô, ‘vende bem’ seu euro step
– Atributos físicos e competitividade lhe dão o potencial para ser um defensor individual acima da média no próximo nível
– Versátil defensivamente, marca as posições 1, 2 e 3
– Ótimos instintos para correr a quadra em situações de transição ofensiva
– Entende ângulos e espaçamento atuando como um ala fora da bola
– Sólido em situações de catch and shoot, quando equilibrado, antes de receber a bola
– Aproveitamento aceitável nas bolas de três pontos lhe dá a oportunidade para atacar closeouts com seu forte primeiro passo
– Passador sólido. Comete poucos erros
– Sabe cumprir seu papel. Coloca a equipe na frente de seus objetivos individuais (chegou à temporada universitária como recrutado 5 estrelas e aceitou atuar majoritariamente fora da bola no papel de ‘3 and D’.

PONTOS FRACOS

– Controle de bola básico, perde o controle da bola com alguma frequência quando tem de mudar de direção
– Arremessador unidimensional na linha dos três pontos – muito inconsistente quando arremessando a partir do drible e/ou em movimento em situações de catch and shoot
– Tende a abaixar a cabeça em suas infiltrações, se apoiando em seu atleticismo e força física no lugar de ler o comportamento da defesa (44.9% de aproveitamento nas bolas de dois pontos)
– Não mostra muito toque na bola em seus floaters
– Limitações para criar o próprio arremesso o projetam como role player no ataque
– Ótimas ferramentas para também ser um defensor coletivo de alto nível, mas peca no posicionamento e em apostas ‘arriscadas’ nas linhas de passe (1.5 roubo de bola por jogo se contrabalanceia com as vezes em que desequilibrou a defesa por erros nesses cenários)

Comparação: Gary Harris (Denver Nuggets)

Projeção: top 20