Nacionalidade
usa Estados Unidos
Posição
Ala-Pivô
Altura
2,06m
Peso
100kg
Time Atual
Duke Blue Devils
Universidade
Season:

Pontos fortes

– Tremendo atleta em todos os aspectos. Explosivo na quadra aberta, ágil e móvel para trocar de direção e dono de ótima força funcional

– Condição atlética e competitividade o projetam como alguém que será capaz de defender as posições 1, 2, 3 e 4 no próximo nível

– Grande leitura de jogo e instintos de antecipação. Disruptivo tanto no perímetro, criando múltiplos desvios, quanto no garrafão, como um protetor de aro secundário

– Versátil na transição ofensiva. Fora da bola, pode correr a quadra tanto como um rim runner como alguém que acompanha a jogada da ala. Com ela, pode iniciar contra-ataques com conforto para por a bola o chão na quadra aberta

– Alto QI de basquete. Sua habilidade de criar para os companheiros em situações ocasionais como ‘point foward’ não se limitam a cenários de transição e se traduzem também em cenários de ‘short roll’, ao estilo Draymond Green

– Joga duro e intenso todas as vezes que pisa na quadra. Alta intensidade

– Ainda tem muito a evoluir, mas mostra flashes como arremessador em cenários de spot up na linha dos 3-PT

 

Pontos fracos

– Ainda cru em diversos aspectos técnicos do jogo

– Controle de bola necessita ser mais compacto para lhe permitir atuar como um iniciador na meia quadra, bem como ter mais impacto na hora de utilizar seu atleticismo para criar suas próprias oportunidades de infiltração

– Apesar dos flashes, arremesso ainda necessita de diversos ajustes. Essa habilidade deverá defini-lo como um ‘canivete suíço’, um titular capaz de flutuar entre as posições 3, 4 e 5 (em situações de small ball) ou limita-lo a um papel de jogador de energia colocado em quadra para propósitos defensivos, sobretudo como small ball 5

– Atleticismo fará dele um finalizador respeitável, mas acrescentar mais refinamento ao redor do aro será chave para que ele possa ser um pontuador de volume. Nesse sentido, trabalhar nos toques de seus floaters seria de grande valia

– Envergadura é boa para alguém que flutua entre a 3 e a 4, mas deve limita-lo como protetor de aro primário quando atuando na 5

– Questão: vale a pena draftar alguém que faz muitas coisas bem, mas que não ‘domina’ em nenhuma área ofensiva no top 10?