Nacionalidade
usa Estados Unidos
Posição
Ala-Armador
Altura
1,96m
Peso
81kg
Universidade
Season:

Pontos fortes

– Combinação de explosão quando com espaço e agilidade na aceleração espetacular

– Atleticismo de elite é ainda complementado por um controle corporal de elite. Se ajusta no ar com facilidade

– Toda essa capacidade atlética, somada ao controle de bola compacto para navegar em áreas congestionadas e o pacote para lá de criativo e acrobático de finalizações faz dele um slasher do mais alto nível. Não precisa de um bloqueio para bater marcação inicial e pisar no garrafão

– Trabalho de pés em franca evolução. Cada vez mais explora o medo causado pelo seu primeiro passo para punir defesas conservadoras com seu jogo de pullup – seja em drible-parada-e-jump, step backs ou ainda ‘turnarounds’

– Evolução nos fundamentos exponencial nos últimos dois anos denota grande ética de trabalho

– Efetivo pontuando também sem a bola

– Arremesso longo respeitável em situações de catch and shoot coloca defensores em situação ingrata entre conceder a ele um arremesso pouco contestado contra closeouts curtos ou oferecer linhas de infiltração a partir das quais ele pode explodir e invadir o garrafão no ataque a closeouts agressivos

– Ótimo timing em seus cuts backdoor e em seus ‘disparos’ sem a bola na transição – oferecendo opções de passe para os companheiros

– Grande força funcional e agressividade para absorver e criar contato a despeito do físico ainda franzino. Irá ‘viver’ na linha do lance-livre na NBA

– Defensor individual para lá de ágil lateralmente e de boa competitividade para se manter entre a bola e a cesta. Pode ser um legítimo ‘two-way’

– Envergadura de 2,03m é sólida para a liga e, somada ao grande atleticismo, fazem dele jogador disruptivo nas linhas de passe

 

Pontos fracos

– Mentalidade de cestinha predomina exacerbadamente. Poderia utilizar sua habilidade de pisar no garrafão para criar em ‘drive and kicks’ e ‘drive and dishs’ com muito mais frequência

– Apesar do potencial para ser um ‘stopper’ na defesa individual, intensidade ainda flutua neste lado da quadra

– Físico franzino poderá fazer com que ele leve tempo até se tornar o pontuador de elite que virá a ser na NBA

– Arremesso melhorou muito nos últimos anos, mas ainda está longe de ser ‘letal’ para realmente forçar defensores a closeouts agressivos e a optar por ir ‘para cima’ do corta-luz em cenários de pick and roll. Terá de provar que pode punir defesas consistentemente com seu arremesso longos antes de ter as linhas de infiltração ‘escancaradas’ por marcações pressionadas

– Em situação semelhante, evoluiu muito também em sua habilidade de criar espaço para seu chute na meia quadra. Ainda assim, é significativamente mais efetivo na quadra aberta – em situações de transição

– Ambiente da G-League favoreceu seu jogo ‘de quadra aberta’. Não se provou contra marcações zona e defesas mais compactas, como teria de fazer caso tivesse atuado no basquete universitário

 

Comparação: Zach Lavine com a agilidade de Derrick Rose antes da primeira lesão, no Bulls