Nacionalidade
usa Estados Unidos
Posição
Armador
Altura
1,96m
Peso
84kg
Time Atual
Illinois Fighting Illini
Universidade
Season:
Em uma era na qual a utilização simultânea de múltiplos armadores capazes de criar a partir do drible tem se tornado tendência entre os treinadores da NBA, o surgimento de guards versáteis como Ayo Dosunmu ganha naturalmente a atenção dos scouts da liga. O jogador, que em 19-20 disputará sua segunda temporada pela Universidade de Illinois, chamou a atenção do cenário nacional no último ano pela habilidade de impactar o jogo tanto como armador principal, quanto como criador secundário. Com a bola nas mãos, Dosunmo mostrou uma combinação madura do uso de um 'atleticismo disruptivo', que tem na habilidade de acelerar e desacelerar com a bola nas mãos, e da vantagem em termos de altura e envergadura que tinha sobre outros armadores para atuar sempre 'sob controle', mostrando paciência para finalizar e/ou encontrar companheiros. Sem ela, o então freshman exibiu muita atividade correndo as alas em contra-ataques, cortando sem a bola em backdoors realizados a partir de uma alta capacidade de ler a defesa adversária e um arremesso longo decente quando equilibrado em situações de catch and shoot (35.2% 3-PT com 4.4 tent. por jogo). Defensivamente, no entanto, é onde o 'combo guard' chama mais atenção. Sua habilidade de pressionar a bola e ser disruptivo com a tremenda combinação de agilidade e envergadura lhe confere, por si só, potencial para ser um grande defensor no próximo nível. A 'mentalidade durona', comum a atletas - como ele - nascidos em Chicago (vide Patrick Beverley), somada à capacidade de defender as posições 1 e 2 com igual conforto, soma mais pontos ao pacote. Mesmo cotado para o fim da 1ª rodada do Draft de 2019, Dosunmo decidiu retornar ao college para se consolidar com uma pick de loteria. Para tanto, terá a missão de mostrar que evoluiu no aspecto físico (83kg em 18-19) a fim de aumentar seu aprov. quando finalizando ao redor do aro e aumentar a consistência de suas idas à linha do lance-livre (3 tentat. por jogo em 18-19) - bem como de exibir melhora na tomada de decisões (3.3 ASTS e 2.3 TO em 18-19).