Veja como Gilbert Arenas (aposentado) – três vezes selecionado para o jogo das estrelas e três vezes selecionados para os times ‘All NBA’, se encaixa em nossa Fórmula do Steal.

O armador foi selecionado na 31ª posição do draft de 2001 pelo Golden State Warriors.

1 – Múltiplos anos de basquete universitário ou em ligas estrangeiras

Atuou por dois anos na Universidade do Arizona, explodindo como um armador explosivo em termos de pontuação – algo raro para a época, com média de 15.8 pontos e 46.6% de aproveitamento nos arremessos de quadra no acumulado de suas temporadas no programa.

Como sophmore em 2000-2001, Arenas se estabeleceu como um dos melhores shooters da NCAA – com um altíssimo volume de chutes para o início dos anos 2000 (4.6 tentativas por jogo), acompanhado de excelente aproveitamento (41.6%).

2 – Medidas físicas medianas para a posição

Com 1,93m de altura e a envergadura de 2,05m, Arenas tinha medidas de elite para um armador na NBA – mas o fato dos scouters à época do draft terem dúvidas quanto sua posição na liga (era considerado um tweener, ou seja, um jogador com altura de armador, mas com características predominantes de ala-armador) fizeram com que suas medidas fossem subvalorizadas.

3 – Jogo mais baseado nas habilidades e na inteligência do que na capacidade atlética

Longe de ser um atleta explosivo, Arenas usava de seu excelente toque na bola, o trabalho de pernas acima da média para manter-se equilibrado em situações de floaters e pullups e da inteligência para usar sua altura contra defensores menores na hora de criar o próprio arremesso.
Defensivamente, o jogador que viveu seu melhor momento no Washington Wizards também se valia mais do entendimento de ângulos – somado à envergadura de elite, para defender armadores mais velozes e atléticos.

4 – Atuam em universidades ou em equipes europeias que não possuem tanta hype

A Universidade do Arizona recebe olhares atentos dos scouters da NBA pela tradição e o fato de atuar no que hoje é a Conferência Pac-12, à qual também pertencem programas como UCLA, USC e Oregon. Portanto não consideramos que Arenas se encaixe nesse quesito.

#nba #nbabrasil #arenas #steal