Depois de três primeiros dias de raras boas apresentações por parte dos novatos, esta sexta-feira – quarto rodada, marcou a primeira explosão da classe de 2018 na temporada.

Não faltaram boas performances. A melhor delas foi a do ala-pivô Jaren Jackson Jr. (Grizzlies), que impactou o jogo nos dois lados da quadra colocando na estatísticas números como 24 pontos, 7 rebotes e 2 tocos com 66.7% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Derrotado no âmbito coletivo para a equipe de Jackson, Trae Young (Hawks) teve boa atuação individual e foi o destaque isolado de sua equipe no lado ofensivo da quadra – ainda que bem marcado por Mike Conley. O jogador terminou a partida com 20 pontos e 9 assistências – convertendo 4 de suas 9 tentativas para três pontos.

Kevin Knox (Knicks) e Collin Sexton (Cavaliers) tiveram boas atuações saindo do banco e, apesar de suas equipes terem saído derrotadas, deixaram ótima impressão ao serem eficientes no ataque sem – no entanto – deixarem de lado a agressividade e a ousadia para criar arremessos de forma individual. Ambos converteram mais de 50% de suas tentativas.

Outro jogador que saiu do banco para brilhar, mas que – ao contrário de Knox e Sexton – saiu vencedor também no âmbito coletivo foi Miles Bridges (Hornets). Décima segunda escolha do draft, o ala versátil anotou 15 pontos e pegou 8 rebotes em apenas 14 minutos em quadra.

Mais do que isso, Bridges deu indícios importantes de que futuramente irá se tornar consistente na habilidade que será crucial para seu sucesso na NBA: a bola de três pontos. Na partida de ontem, o jogador converteu todas as suas três tentativas a essa distância.

Marvin Bagley (Kings) foi outro a colocar bons números nas estatísticas, com 19 pontos, 8 rebotes e 3 roubos de bola. O peso de sua performance, no entanto, acaba sendo menor do que seus colegas de draft pelo fato de ter – junto com sua equipe – apresentado péssimo trabalho defensivo permitindo a Anthony Davis, Mirotic e Julius Randle comandarem o montante de 149 pontos anotados pela equipe do Pelicans.